Pular para o conteúdo

Os 5 Solas e o Casamento

SOLA GRATIA

O casamento é demonstração da graça imensurável de Deus, criado com o propósito de nos fazer experimentar um relacionamento de igualdade, amor, comunhão e complementaridade, assim como é a relação entre a Trindade. Quando um homem e uma mulher se unem estão, pela graça de Deus, tornando-se um só corpo, assim como o Pai, o Filho e o Espírito Santo são um. A semelhança da Trindade, somos um sem deixar de ser dois, temos funções distintas, mas somos igualmente dignos e valiosos perante o nosso criador.

Não há fórmula mágica para ter um casamento feliz, somente através da graça de Cristo pecadores podem construir uma relação sólida e duradoura. É a graça que transforma homens em bons maridos, capacitando-os para liderar seu lar em amor. Somente a graça capacita mulheres para exercerem o auxílio idôneo para o qual foram criadas.

Sem a graça casamento nenhum resistiria às intempéries cotidianas, sem a graça não haveria renovo, perdão, recomeços. É somente pela graça de Deus que nos tornamos capazes de exercer amor e misericórdia com os nossos cônjuges. Somente um casamento firmado na graça permanece firme até o fim.

SOLA SCRIPTURA

O casamento é uma prática fundamentada nas Escrituras e não existiria a parte delas. Foi o próprio Deus quem celebrou o primeiro casamento quando, no princípio, criou homem e mulher e estabeleceu as regras para que ambos se unissem: “Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.” (Gênesis 2:24). As bases fundamentais para o casamento estão contidas na palavra de Deus e somente ela deve ser tomada como regra de fé e prática pelos casais cristãos. A Bíblia é o melhor livro sobre relacionamento que existe, pois contém os conselhos deixados pelo próprio autor do casamento, ninguém pode nos instruir melhor que ele. Um casamento que não está fundamentado nas Escrituras irá ruir mais cedo ou mais tarde. Se nos afastarmos da Palavra nos entregaremos às paixões de nossa carne e seguiremos os desejos egoístas dos nossos corações, e nesse contexto um relacionamento que exige entrega e abnegação como o casamento não se justifica.

SOLA FIDE

O casamento é antes de tudo um ato de fé. Somente pela fé podemos confiar que dois pecadores conseguirão permanecer juntos até a morte. Somente pela fé obedecemos a ordem de deixar o conforto e comodidade da casa de nossos pais para nos dedicarmos a luta e ao esforço necessários para construir e manter um lar. Sem fé é impossível permanecer casado, pois as lutas e tentações são constantes. Somente tendo a convicção de que o casamento é a boa, perfeita e agradável vontade de Deus para homens e mulheres é que nos lançamos na aventura da vida a dois. Somente a fé nos faz crer que os filhos são bênçãos do Senhor e que mesmo diante das adversidades dos nossos tempos vale a pena construir uma família. A fé é a fonte de paz, segurança e esperança que todo casamento necessita e sem a qual já não existiriam famílias sobre a terra.

SOLUS CHRISTUS

Não há maior inspiração para os casais do que Cristo Jesus. Somente por meio de Cristo podemos compreender o real sentido do casamento. Somente olhando para o sacrifício dele na cruz homens e mulheres podem encontrar motivação para sacrificarem-se uns pelos outros. Somente olhando para o amor de Cristo um homem encontra forças para amar sua esposa e entregar a própria vida por ela se preciso for. Somente olhando para a humildade de Cristo que sendo igual a Deus se esvaziou de sua glória e se submeteu a vontade de seu pai vindo morrer em favor de pecadores é que mulheres conseguem perceber a beleza e a grandiosidade da submissão bíblica. O casamento deve ser um reflexo do relacionamento de Cristo com sua igreja, e somente mantendo os olhos e corações fixos em Cristo homens e mulheres poderão vivenciar o amor verdadeiro.

SOLI DEO GLORIA

O casamento não é sobre homens e mulheres em busca da felicidade. O casamento é sobre servos e servas buscando glorificar a Deus por meio de suas vidas comuns. Se transformarmos o casamento em algo para nós e sobre nós, ele irá desmoronar, pois nós somos falhos, inconstantes, egoístas e temos um coração desesperadamente corrupto (Jeremias 17:9). Mas quando compreendemos que o casamento é fruto da graça de Deus mediante a fé em Cristo Jesus, fundamentado nas Escrituras com o propósito de glorificar o Criador, encontramos toda força e motivação que precisamos para permanecer firmes.

Que a graça de Deus, as verdades das Escrituras, o poder de Cristo e o desejo pela glória a Deus sejam os firmes fundamentos a sustentar nossos casamentos. Que cada casal, firmado nessas verdades possa seguir proclamando o lema da reforma: “Ecclesia Reformata et Semper Reformanda est”.

 

Isa Martins



  • Leonardo

    Que textão! Muito bom

  • Jaaziel

    Edificante !
    Muito Bom!

  • Daniel Bezerra

    Que maravilha de texto!